Monthly Archives: Novembro 2009

>"EU CONHEÇO UM PAÍS…"

>– Eu conheço um país que tem uma das mais baixas taxas de mortalidade mundial de recém-nascidos, melhor que a média da UE.
– Eu conheço um país onde tem sede uma empresa que é líder mundial de tecnologia de transformadores.
– Eu conheço um país que é líder mundial na produção de feltros para chapéus.
– Eu conheço um país que tem uma empresa que inventa jogos para telemóveis e os vende no exterior para dezenas de mercados.
– Eu conheço um país que tem uma empresa que concebeu um sistema pelo qual você pode escolher, no seu telemóvel, a sala de cinema onde quer ir, o filme que quer ver e a cadeira onde se quer sentar.
– Eu conheço um país que tem uma empresa que inventou um sistema
biométrico de pagamento nas bombas de gasolina.
– Eu conheço um país que tem uma empresa que inventou uma bilha de gás muito leve que já ganhou prémios internacionais.
– Eu conheço um país que tem um dos melhores sistemas de Multibanco a nível mundial, permitindo operações inexistentes na Alemanha, Inglaterra ou Estados-Unidos.
– Eu conheço um país que revolucionou o sistema financeiro e tem três Bancos nos cinco primeiros da Europa.
– Eu conheço um país que está muito avançado na investigação e produção de energia através das ondas do mar e do vento.
– Eu conheço um país que tem uma empresa que analisa o ADN de plantas e animais e envia os resultados para toda a EU.
– Eu conheço um país que desenvolveu sistemas de gestão inovadores de clientes e de stocks, dirigidos às PMES.
– Eu conheço um país que tem diversas empresas a trabalhar para a NASA e a Agência Espacial Europeia.
– Eu conheço um país que desenvolveu um sistema muito cómodo de passar nas portagens das auto-estradas.
– Eu conheço um país que inventou e produz um medicamento anti-epiléptico para o mercado mundial.
– Eu conheço um país que é líder mundial na produção de rolhas de cortiça.
– Eu conheço um país que produz um vinho que em duas provas ibéricas superou vários dos melhore vinhos espanhóis.
– Eu conheço um país que inventou e desenvolveu o melhor sistema mundial de pagamento de pré-pagos para telemóveis.
– Eu conheço um país que construiu um conjunto de projectos hoteleiros de excelente qualidade um pelo Mundo.

O leitor, possivelmente, não reconheceu neste país aquele em que vive… PORTUGAL

Mas é verdade. Tudo o que leu acima foi feito por empresas fundadas por portugueses, desenvolvidas por portugueses, dirigidas por portugueses, com sede em Portugal, que funcionam com técnicos e trabalhadores portugueses.
Chamam-se, por ordem, Efacec, Fepsa, Ydreams, Mobycomp, GALP, SIBS, BPI, BCP, Totta, BES, CGD, Stab Vida, Altitude Software, Out Systems, WeDo, Quinta do Monte d’Oiro, Brisa Space Services, Bial, Activespace Technologies, Deimos Engenharia, Lusospace, Skysoft, Portugal Telecom Inovação, Grupos Vila Galé, Amorim, Pestana, Porto Bay e BES Turismo.
Há ainda grandes empresas multinacionais instalada no País, mas dirigidas por portugueses, com técnicos portugueses, de reconhecido sucesso junto das casas mãe, como a Nestlé, Siemens Portugal, Bosch, Vulcano, Alcatel, BP Portugal e a Mc Donalds (que desenvolveu e aperfeiçoou em Portugal um sistema que permite quantificar as refeições e tipo que são vendidas em cada e todos os estabelecimentos da cadeia em todo o mundo) .

É este o País de sucesso em que também vivemos, estatisticamente sempre na cauda da Europa, com péssimos índices na educação, e gravíssimos problemas no ambiente e na saúde… do que se atrasou em relação à média UE…etc. Mas só falamos do País que está mal, daquele que não acompanhou o progresso.

É tempo de mostrarmos ao mundo os nossos sucessos e nos orgulharmos disso.

Acabou o artigo.

Nicolau Santos, Director – adjunto do Jornal Expresso, In Revista “Exportar”

Porque é que esses técnicos e gestores tão bons não estão no governo?


NOTA:

Peço desculpa pela transcrição integral deste artigo mas ao reduzi-lo perder-se-ia a sua força e deixaria de ter sentido. Este artigo merece toda a nossa reflexão pois é de um optimismo moderado e dá-nos esperança para uma perspectiva futura de um Portugal moderno e tecnológicamente avançado! Precisamos de auto-estima para podermos vencer este marasmo em que caimos. Mas para isso necessitamos de uma união de esforços de todas as cabeças válidas que por cá andam. Há que acabar com as tricas partidárias! Crie-se um Governo de Salvação Nacional que consolide o País quer económica quer finaceiramente para que possa ser viável socialmente.

Há “matéria cinzenta” suficiente para que tal suceda, haja vontade!!!

>MONARQUIA VERSUS REPÚBLICA!

>

http://www.youtube.com/get_player

Acredito que a nossa República seja das mais caras com a sua manutenção!

>Show da língua portuguesa!

>
Óptimo texto para trabalhar pontuação…

‘Um homem rico estava muito mal, agonizando. Pediu papel e caneta. Escreveu assim:
‘Deixo meus bens a minha irmã não a meu sobrinho jamais será paga a conta do padeiro nada dou aos pobres. ‘

Morreu antes de fazer a pontuação. A quem deixava a fortuna? Eram quatro concorrentes.

1) O sobrinho fez a seguinte pontuação:
Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho. Jamais será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres.

2) A irmã chegou em seguida. Pontuou assim o escrito:
Deixo meus bens à minha irmã. Não a meu sobrinho. Jamais será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres.

3) O padeiro pediu cópia do original. Puxou a brasa pra sardinha dele:
Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres.

4) Aí, chegaram os descamisados da cidade. Um deles, sabido, fez esta interpretação:

Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga a conta do padeiro? Nada! Dou aos pobres.

Moral da história:
‘A vida pode ser interpretada e vivida de diversas maneiras. Nós é que fazemos sua pontuação.
E isso faz toda a diferença…