Monthly Archives: Setembro 2010

>AFINAL O “5 DE OUTUBRO” PODE TER OUTRO SIGNIFICADO

>
Comemorar o 5 de Outubro de 1143 em 2010

No contexto internacional da época, Portugal nasceu formalmente a 5 de Outubro de 1143 com a assinatura do Tratado de Zamora.
Nessa Terça Feira, 5, lá estarei na Igreja de Santa Cruz em Coimbra para depositar uma coroa de flores junto ao túmulo do nosso Fundador e recordar essa efeméride. Sem a ajuda de subsídios estatais.
Eleito antes de Zamora pelos ascendentes familiares de todos e cada um de nós (há 26 ou 27 gerações) – e não designado por “sagração” ou “coroação” divinas como aconteceu nos outros Estados europeus nascidos miticamente nesses tempos -, Afonso Henriques foi de facto o estratega fundamental da construção da nossa personalidade linguística, social, cultural e jurídica.
Sem a sua intervenção política decisiva em Zamora, eles iriam muito provavelmente comemorar no próximo 5 de Outubro el Centenario de la Republica Regional del Oeste Ibérico, o Eusébio seria zimbabweano, o Pelé argentino, o Manuel Alegre un poéte-citoyen de la Beira-Centre e, com muita sorte, Anibal Cavaco Silva Presidente de la Caja de Ahorro de Andalucia.
Tudo isto, claro, sem esquecer a historicamente bem sucedida integração europeia dos Fútbol Clube del Puerto, do Sport Lisbonne et Benfica e do Sporting Club of Lisbon.
Pois é: o que (não) foi assim, terá de ter, hoje e sempre, muita força…

Publicado por Luís Filipe Coimbra, no Blogue 31 da Armada